segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Lamento...

Lamento a incapacidade humana de expressar-se por meio da verdade.
Sempre falando e nunca assumindo verdadeiramente o que foi dito, deturpando situações e transpondo-as ao seu bel prazer.
Lamento a condição de nunca consegui mostrar-se por inteiro e reconhecer a humanidade débil existente dentro de si.
Lamento a falta de percepção quanto à felicidade, você é feliz se você se permite ser feliz.
Lamento a necessidade de mascarar sua essência e querer sempre por a culpa do outro por sua incapacidade de olhar-no no espelho para se perceber além das aparências físicas e assim encarar as limitações, os medos, as frustrações, fugir do coitadismo.
Lamento a condição de alguns seres tem em se fazer de vítima sempre, sem perceber que suas ações são estímulos para a ação do outro, portanto se deseja ser amado, ame. Se deseja respeito, respeite. Se não gosta de ser injuriado, ou que te acusem injustamente por algo que você não fez, aja com justiça, fale a verdade.
É através de simples gestos que pessoas humildes cativam os amigos...Viver em paz é um dom que devemos sempre guardar...

3 comentários:

Mah disse...

Algumas coisas são realmente lamentáveis. Eu já chorei muito por causa delas, até descobrir q era perda de tempo. Uma vida perdida. Desisti.

Pati Eça disse...

Lamento o tempo perdido chorando por algo que nunca muda.
Te entendo demais.
Beijo

Lari disse...

Amei o texto Veu...
infelizmente as vezes a gente prefere ficar na duvida que procurar a verdade...