quarta-feira, 22 de setembro de 2010

E daí?


Sabe o que pude perceber hoje?
Sofrimento alheio pode ser muito semelhante ao seu sentimento.
Hoje li um texto que fala sobre a decepção com os amigos, não fui eu quem o fiz, mas conseguiu descrever direitinho o que sentia.
O maior problema é que eu achei que este texto foi escrito pra mim...
E quero dizer que também me sinto traída, descartada e sem valor.
Parece também que tudo o que já fiz, foi por água abaixo.
Eu também compartilhei dores, sofri com as tristezas, procurei saber notícias...e também não ouve quem conseguisse enxergar.
E eu me pergunto, e daí, o que eu posso fazer pra mudar esta situação?
Neste momento, estou sem resposta...

2 comentários:

Mah disse...

Aqui estou eu: me doutorando em decepção qdo o quesito é amizade... rsrsr... infelizmente!

Brincadeiras à parte, é verdade. Quanta decepção! Quanta gente para a qual eu me abri, me joguei, me dei, confiei... e recebi traições, indiferenças, incompreensões, falta de reprocidade... e não me engano; vão acontecer ainda mais. Em uma proporção menor - talvez - porque, qto mais porrada a gente toma, mais defesa a gente cria. E mesmo hoje tendo aprendido a esperar tudo de todo mundo - inclusive nada - vai doer de novo, e eu vou chorar de novo, pq, como diz Caio Fernando Abreu:

"...seria tão bom se pudéssemos nos relacionar sem que nenhum dos dois esperasse absolutamente nada, mas infelizmente nós,a gente, as pessoas, têm, temos - emoções.”
(Caio Fernando Abreu)

beijo!

Verônica Barbosa disse...

Mary, suas palavras são alivio ao meu coração. obrigado...